Ficha Técnica

CEO / Digital Content Manager
Jorge Filipe Fresco

Cronista
Renato Costa

Fotografia
Patrícia L. Martins

Web Design & Development
Creatives – We Launch Brands

Top

Incrivelmente Feminina em Competição – Carina Simões

Num mundo maioritariamente masculino e onde a posição feminina é muitas vezes questionada, a Carina Simões destaca-se…

  • Atleta Xenios USA;
  • Atleta MyProtein;
  • Coach L1 e CrossFit Kids no CrossFit Coimbra;
  • Sócia gerente na empresa ELITE64;
  • Fittest in Portugal 2017.

… mas afinal, quem é a Carina Simões?

“Onde e quando é que aparece o CrossFit e o halterofilismo na tua vida?” – pergunta ele.

Conheci o CrossFit em Dezembro de 2013, graças ao Miguel Ribeiro (meu antigo treinador de Muay Thai). Ele estava envolvido na abertura do CrossFit Coimbra e fiz o meu primeiro WOD nessa altura. Tive dores nos abdominais e nas pernas durante uma semana. Decidi fazer a minha pré-inscrição ainda mesmo antes de saber ao certo no que me estava a meter.

E a vontade por competir? Deixa-me pensar…

A primeira competição foi em equipa na 4.ª Edição dos Promofit Games (CrossFit Coimbra – Os Magrelas) quatro meses depois de começar a treinar. A partir daí, o Renato Costa – actual RC-Training – começou a fazer-me programação específica para as minhas necessidades e incentivou a minha inscrição em competições individuais.

Carina_05.jpg

“Mas as mulheres ainda são vistas como o sexo fraco?” – bem, como é que hei-de responder a isto…

Queria responder que não, mas nem sempre isso acontece! Principalmente na maior parte das competições em Portugal quando nos metem cargas demasiado baixas em comparação com a dos homens, ou quando nos trocam Bar Muscle Ups por Chest To Bar Pull Ups. Enquanto isto acontecer, vamos continuar “encostadas à sombra da bananeira”.
Mas cabe a cada mulher decidir como quer ser vista. Tudo depende do esforço e empenho que metemos em cada treino e em cada desafio que nos é proposto.

Mas a verdade é que ainda “dizem que o CrossFit não é para mulheres, porque ficam muito masculinas ou porque é muito perigoso”

São estereótipos. A quantidade de marketing que temos à nossa volta impõe-nos a ideia de que as mulheres mais bonitas e atraentes têm de ser altas e magras.
O meu conceito de beleza feminina mudou bastante desde que comecei a fazer CrossFit. Hoje em dia gosto de um abdominal definido e uma perna com músculos salientes. E no CrossFit, o aspecto físico não é o objectivo, é a consequência.
Quem pratica esta modalidade na sua essência quer sentir que é capaz de fazer mais e de forma segura, quer sentir que consegue meter carga na barra e fazer um Squat Snatch com a técnica perfeita e sem qualquer tipo de risco!

Carina_04.jpg

Então o Jorge questiona-me “como é o ambiente feminino em competição”.

É competitivo! Qualquer pessoa que se inscreva numa competição tem por objectivo o melhor lugar: o 1.º! E quando ouço alguém a dizer “Vou para me divertir” é porque sabe à partida que não fez o suficiente para ser o melhor: não treinou o suficiente, não se dedicou a 100%, não comeu direito a maior parte dos dias que era preciso. Mas claro que só há três lugares no pódio and…

“Sometimes you win, sometimes you learn.”

22712482_1003090379822641_1791925249827007511_o.jpg

Do meu ponto de vista, e na maior parte das vezes trata-se de uma competição saudável. Durante o aquecimento para um WOD se eu puder dar uma dica que ajude a adversária, vou fazê-lo; se eu acabar o WOD primeiro, vou dar força à que estiver mais perto de mim ainda a terminar; se eu for a última, vou querer que puxem por mim.
Na XI edição dos Promofit Games, gostei muito de ver atletas mais “novas” a darem o melhor. Cada competição serve como motivação para as próximas semanas de treinos, transformar fraquezas em pontos fortes.

Então “como surge o mais recente vídeo promocional que fizeste sobre o mundo feminino no halterofilismo e o que queres passar com ele”, pergunta ele.

O halterofilismo, até ao surgimento do CrossFit, tratava-se de uma modalidade que estava um pouco “esmorecida”. Este vídeo surgiu como uma forma de tentar despertar a curiosidade das mulheres para com o halterofilismo. Nem toda a gente tem de gostar de CrossFit, mas facilmente podem gostar da sensação de tirar uma barra do chão e conseguir levá-la acima da cabeça, independentemente do peso.
E mais uma vez, serviu para tentar desvanecer a ideia de que mulheres que treinam força e com barras ficam musculadas de um dia para o outro. É possível ser-se feminina no meio do “ferro”. 😊

“O que é que te orgulha mais enquanto mulher e atleta nacional com alguns títulos já alcançados?” – bem…

Os resultados trazem-nos motivação para continuar.

Há dias em que vais treinar e te perguntas: “Porque é que passo tanto tempo a treinar dentro de uma box? Será que isto me leva a algum lado?”. Há dias em que pensas: “Mais valia ter ficado em casa a dormir ou a ver a minha série favorita”. Mas no final de cada fim de semana de competição, orgulho-me de saber que fui capaz de abdicar da maior parte do meu tempo livre para ser melhor. Não é um sacrifício, faço-o porque gosto e compito porque para mim não faz sentido ser de outra maneira. Não tem de haver explicação para tudo.

Carina_03

Então o meu futuro passa por onde… ?

O futuro passa por continuar a espalhar CrossFit, começando pelos meus mais novos do CrossFit Kids e CrossFit Teens – são o meu orgulho! Passa por investir mais tempo e dedicação no meu projecto ELITE64. E vai passar de certeza por muitas horas de treino e competições (espero em Janeiro começar nas internacionais).

Carina_06.jpg

Para saberem mais sobre o percurso da Carina, sigam-na através do seu Instagram e da sua página no Facebook.

Partilha
Sem Comentários
  • Alda Amaral de Campos
    29/10/2017 at 15:20

    Um excelente exemplo de excelência e superação, trabalho árduo e conquista para todas as mulheres. Já tive a oportunidade de conhecer a Carina e sigo o seu trabalho e desempenho. Dentro de todas nós há uma guerreira, só temos que superar o preconceito e lutar por aquilo que é nosso.

Post a Reply to Alda Amaral de Campos Cancel Reply
Nome*
Email*
Website