Ficha Técnica

CEO / Digital Content Manager
Jorge Filipe Fresco

Cronista
Renato Costa

Fotografia
Patrícia L. Martins

Web Design & Development
Creatives – We Launch Brands

Top

Dicas Para As Melhores Panquecas!

É assim, todos me perguntam, quase todos os dias, a toda a hora, em todo o lugar… Mas afinal, como é que eu faço as minhas panquecas?

Muitos dizem ser perfeitas, quem já provou volta sempre para repetir, e a questão impõe-se novamente – o que é que tu fazes para elas ficarem assim?

Passo então a dar-vos as minhas dicas para serem mais bem sucedidos na vossa incessante busca pelas panquecas perfeitas:

  • Tudo se alcança com empenho, dedicação e alguma paciência. E o que quero passar com isto é que é normal não correr bem à primeira, ou segunda, ou até mesmo à terceira tentativa! As minhas primeiras panquecas de todo o sempre eram horríveis, e bem feias! Não percam a esperança, continuem sempre a praticar.
  • Ver vídeos e ir a workshop’s. Quando comecei a ganhar interesse por dominar esta “arte” era no YouTube que perdia uns valentes minutos – e às vezes horas – a ver vídeos de receitas e como é que os mais experientes as faziam. Também já tive oportunidade de assistir e até mesmo de dar alguns workshop’s sobre o assunto e posso dizer-vos que se aprende bastante e a partilha de experiências enriquece-nos imenso. Aprender pelo exemplo.
  • Escolher os ingredientes certos e respeitar as quantidades necessárias. Numa fase inicial recomendo-vos escolherem uma receita de panquecas que seja do vosso agrado, ver os ingredientes, usar as quantidades exactas e seguir a receita passo a passo. Não comecem logo a trocar ingredientes ou etapas, o mais certo é não acertarem e ficarem frustrados por tudo correr mal. Com a experiência e prática logo vão arriscando outros caminhos.
  • Conhecer a textura certa da massa. Isto sim só se consegue com alguma experiência, porque a massa não pode ficar nem muito líquida, nem muito espessa, é aquele ponto ideal entre as duas que é extremamente complicado de definir por palavras. Mais uma vez recomendo seguirem bem as receitas até começarem a reconhecer esse ponto.
  • Usar uma frigideira adequada. Investir numa frigideira anti-aderente é sempre importante, é mais fácil dominarem a técnica sem “stressar” com a massa a pegar-se ao fundo. Para além de que com este tipo de material não precisam de adicionar gorduras à frigideira. Obviamente que com o tempo e uso a frigideira começa a perder a anti-aderência, mas nesses casos podemos resolver a questão adicionando um pouco de azeite ou óleo de coco com a frigideira quente e depois untar a mesma com o auxílio de um papel absorvente, de forma a absorver o excesso de gordura.
  • Começar com pequenas quantidades. Façam inicialmente panquecas mais pequenas, cozem mais depressa e viram-se muito mais facilmente. Com a prática logo podem ir aumentando e fazendo panquecas maiores.

Agora que já sabem todos os segredos, vamos experimentar uma nova receita?

Vou então dar-vos uma receita de panquecas feitas com farinha de coco e farinha de espelta.

Ingredientes:

  • 80-90 gr de courgete crua ralada
  • 1 ovo inteiro
  • 3 claras de ovo (aproximadamente 100-115 gr)
  • 50-100 mL de leite magro
  • Canela em pó a gosto
  • Raspas de limão a gosto
  • 1/2 scoop (aproximadamente 10-15 gr) de RECHARGE ISO-90 da MUSCLEFIRE® com sabor a baunilha
  • 1 c. sopa cheia de linhaça moída (aproximadamente 13 gr)
  • 20 gr de farinha de coco
  • 50-60 gr de farinha de espelta
  • 1 c. chá de fermento em pó
  • ½ c. chá de bicarbonato de sódio

O resto já sabem…

  1. Colocar todos os ingredientes num copo misturador e triturar tudo até obter uma massa consistente e homogénea.
  2. Fazer as panquecas numa frigideira anti-aderente deixando esta aquecer bem antes.

Só mais alguns pontos-chave desta receita:

  • courgete crua ralada dá uma textura óptima às panquecas e não se sente de todo o seu sabor, portanto não tenham medo de a utilizar na massa.
  • A textura da massa baseia-se num equilíbrio entre os ingrediente líquidos e os ingredientes secos. Caso a massa esteja muito líquida, basta irem adicionando mais farinha de espelta e irem triturando até obter a consistência ideal.

Então, e agora?

Agora é servir com a vossa manteiga de frutos secos preferida e, se quiserem, fruta a gosto.

O problema vai ser mesmo escolherem a manteiga de frutos secos… 😅 Aproveitem para visitar a selecção de manteigas da Casca Rija e consigam 10% de DESCONTO DIRECTO em todas as manteigas de frutos secos com o código FRESCO10. Acreditem, experimentem e depois digam-me se não tinha razão, são as melhores!

Quem vai então aproveitar amanhã para fazer umas panquecas ao pequeno almoço? 🙋‍♂️

Partilha
Sem Comentários
  • Marta Moura
    18/01/2018 at 14:41

    Não fosse eu uma preguiçosa na cozinha e a coisa era mais fácil. 🙂

Deixa o teu comentário
Nome*
Email*
Website